Ir direto para menu de acessibilidade.
prefeitura
Página inicial > Símbolos
Início do conteúdo da página

Símbolos

A Bandeira oficial do Município de Recreio

A bandeira oficial do Município de Recreio obedece às regras e as tradições da heráldica portuguesa, sendo opcionalmente terciada em faixa. Na bandeira está inserido o Brasão de Recreio, aplicado em um triângulo branco que representa a sede municipal, a cor branca representa a paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza, religiosidade e o triângulo é símbolo heráldico da liberdade, igualdade, fraternidade.

A faixa branca central carregada de sobre faixa vermelha representa na bandeira a irradiação do Poder Municipal que se expande de seu território, a cor vermelha é o símbolo da dedicação, amor pátrio, audácia, intrepidez, coragem e valentia.

As faixas verdes, assim constituídas, representam as propriedades rurais existentes no território recreiense, o verde significa a honra, civilidade, cortesia, alegria, abundância, e é a cor simbólica da esperança.

O Brasão oficial do Município de Recreio

O escudo usado para representar o Brasão de Armas de Recreio foi o primeiro estilo introduzido em Portugal, por influência francesa, herdado pelo Brasil como evocativo da raça colonizadora e uma das formadoras de nossa nacionalidade.

A coroa mural que sobrepõe é o símbolo universal dos brasões, sendo de argente prata, de seis torres, das quais apenas quatro são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade representada na terceira grandeza, ou seja, a sede do Município.

O metal argente (prata) do campo do escudo é símbolo da paz, amizade, trabalho, pureza, prosperidade e religiosidade. Em abismo, centro ou coração do escudo, o escudete reproduz as armas da família Brito, lembrando no Brasão a figura de Capitão Ignácio Ferreira Brito (Fazenda do Recreio) e o seu irmão Coronel Francisco Ferreira Neto (Fazenda das Laranjeiras), que ofereceram suas terras para a passagem da estrada de ferro e a instalação da estação em 1874, dando início ao povoamento onde hoje conhecemos como Recreio.

Das cores do escudete há que se considerar o significado do blau-azul, que significa justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade. As ondulações simbolizam os Córregos dos Monos, Laranjeiras e São Vicente, que cortam Recreio.

Ao termo (parte inferior do escudo) o duplo metal de sinopla (verde) representa as Serras, Bonita e das Virgens, que se destacam como principais acidentes geográficos municipais, sendo o duplo mantel carregado de uma vaca leiteira passante, lembrando que a pecuária leiteira é a principal fonte de sua economia. A cor sinopla (verde) é símbolo de honra, civilidade, cortesia, alegria, abundância.  Os ornamentos exteriores são as hastes de arroz ao natural, lembrando as antigas plantações de arroz das áreas rurais do Município. As chaminés representam as grandes cerâmicas, produzindo louças, manilhas de barro. O arroz, a pecuária e as cerâmicas são destaques da economia recreiense.

No listel de goles (vermelho), cor simbólica da dedicação, amor pátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia, escreve-se em letras argentinas (prateadas) o topônimo identificador “RECREIO”, ladeados pelo ano de sua fundação “1874”, ano que foi instalada a ferrovia e deu início ao povoamento do território, e também “1938”, ano em que Recreio obteve a sua autonomia político-administrativa.

 

 

Fim do conteúdo da página